Sebastião Resende, Fecit Potentiam

O livro de Sebastião Resende tem como ponto de partida a exposição “Fecit Potentiam”, apresentada pelo artista, em 2014, no Sismógrafo. Nele incluem-se um conjunto de fotografias inéditas e o ensaio “Começo, meio e fim” do crítico e curador Óscar Faria. 

Em “Fecit Potentiam”, um projecto que Sebastião Resende tem vindo a desenvolver desde 2005, o artista constrói maquetas de conhecidos museus de arte contemporânea, que depois faz habitar por bichos-da-seda. Todo o processo de mutação das larvas em borboletas é registado em imagens e sons, sendo o resultado apresentado em diferentes suportes e ocasiões: exposição, livro, fotografia, escultura, desenho, etc. O título vem de um dos movimentos do “Magnificat” de J.S. Bach e dá também o mote à estrutura gráfica do livro: a proporção dourada do formato estende-se aos intervalos musicais usados para encontrar a harmonia na tipográfica; partituras e texto misturam-se; notas de rodapé e referências extratextuais chegam a dominar a página.

-476
-470
-469
-471
-472
-473
-478
-474
-475
-477
Ano: 2016
Categoria: Livro

Cliente: Sismógrafo
Formato: 150 x 210 mm, encadernação suíça
Páginas: 72
Impressão: Offset